sábado, 17 de fevereiro de 2018

CRISTÃOS PERSEGUIDOS E SECRETOS RECEBEM TREINAMENTO

Ore para que esses líderes de países fechados ao evangelho sejam plenamente capacitados à obra para a qual foram chamados
Ore pela capacitação da Igreja Perseguida no Golfo

Um grupo de cristãos perseguidos e secretos está participando de um treinamento para líderes de jovens esta semana. O curso oferece capacitação nas áreas bíblica e de oração, entre outras. O grupo que participa do curso é formado por cristãos de países remotos e fechados ao evangelho.
Um dos participantes testemunha que o curso é uma resposta às orações por seu país: “Eu vim aqui porque tenho esperança. Temos atravessado uma noite escura na nossa terra, mas nos apegamos às promessas e nos preparamos para o surgimento dos primeiros raios de sol”, diz o cristão cuja identidade precisa ser protegida por motivos de segurança.
Segurança é uma questão constante para esses cristãos perseguidos, que correm risco de vida caso sua fé seja descoberta. Isso significa que eles não podem ter a identidade ou fotos publicadas em sites ou nas redes sociais. Um deles diz: “Eu quero estar vivo para fazer o que Deus quer que eu faça”. Ore para que seja um tempo muito produtivo, de crescimento, aprendizado e desenvolvimento de dons e talentos.
Você pode contribuir com a formação de cristãos
O desafio deste ano é transformar 7 mil cristãos por meio da produção e distribuição de recursos bíblicos nas línguas locais e conectá-los com outros irmãos através de um aplicativo de celular. Seja um agente dessa transformação no coração do islã. Para saber como, clique aqui.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Revista Portas Abertas – Faça sua doação!


CLIQUE NO LINK A SEGUIR PARA MAIORES INFORMAÇÕES:

DOIS LÍDERES CRISTÃOS SÃO ASSASSINADOS NO MÉXICO

Dois líderes cristãos são assassinados no México Perseguição aumenta no México (Foto representativa por razões de segurança)

No início da manhã de segunda-feira, 5 de fevereiro, dois líderes cristãos foram mortos a tiros enquanto viajavam pela estrada Iguala-Taxco, no estado de Guerrero, no México. Germain Muñiz Garcia e Iván Añorve Jaimes, líderes de uma igreja em Veracruz, foram assassinados e os agressores fugiram, segundo fonte local.
Os ataques de gangues contra líderes da igreja no México tornaram-se um fenômeno comum. Os líderes são um alvo particular porque pregam contra ainjustiça, a violência, o tráfico de drogas, ao mesmo tempo em que influenciam suas comunidades, disse uma fonte. Entre os líderes cristãos mortos no ano passado, está Luis Lopez Villa, de 71 anos, que foi assassinado em sua igreja por invasores, na cidade de Nezahualcóyotl, no dia 5 de julho. Em março, Felipe Carrillo Altamirano foi morto no estado de Nayarit. Anteriormente, em janeiro, José Raúl Vera López desapareceu e depois foi encontrado morto.
Cerca de 90% da população do México se identifica como cristã. No entanto, o analista da Portas Abertas diz que “é importante não olhar tanto para a identidade como cristãos, mas para o comportamento que resulta de suas convicções cristãs. Sempre que um cristão começa a se envolver no trabalho social – por exemplo, criar uma clínica de reabilitação de drogas ou organizar o trabalho com jovens – isso é uma ameaça direta às atividades e interesses do crime organizado. Como isso leva os jovens para longe deles, é uma ameaça direta ao mercado”.
A violência relacionada ao crime organizado é “talvez a ameaça mais significativa para os cristãos latino-americanos”, de acordo com o analista. O México ocupa a 39ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2018. Os cristãos perseguidos dessa nação precisam de nossas orações.

Estados Unidos Mexicanos

 ESTADOS UNIDOS MEXICANOS

  • Fonte de Perseguição: Corrupção organizada
  • Capital Cidade do México
  • Região América Latina
  • Lider Enrique Pena Nieto
  • Governo República presidencialista
  • Religião Cristianismo
  • Pontuação 59

POPULAÇÃO
130.2 MILHÕES

POPULAÇÃO CRISTÃ
124.8 MILHÕES

FONTE: Portas Abertas

China: Cristãos são forçados a fazer ‘reeducação religiosa’

Dezenas de cristãos ex-muçulmanos e quase todos os líderes foram levados para tais campos.
Cristãos que vivem no noroeste da China, uma região predominantemente muçulmana, estão sendo levados para campos de reeducação, também chamados de centro de estudos ou centro de transformação da mente.
Nesses lugares eles são forçados a aprender educação política tendo o comunismo como base. Dezenas de cristãos ex-muçulmanos e quase todos os líderes foram levados para tais campos.
“Eu não sei onde meu marido está agora, mas acredito que Deus ainda o use em prisões ou acampamentos. Às vezes eu ficava com medo que ele não tivesse roupas suficientes para se aquecer”, diz a esposa de um líder cristão ex-muçulmano.
“Eu tenho medo que isso afete meus filhos, que a professora preste mais atenção neles depois que as autoridades contaram à escola o que aconteceu com meu marido”, confessa a esposa de outro líder.
Estima-se que mais de 100 cristãos tenham sido enviados para diferentes campos na região noroeste da China, onde são vigiados 24 horas por dia. Muitas famílias cristãs são separadas. Crianças se tornam órfãs quando os pais são enviados aos campos. Um cristão ex-muçulmano contou a organização Portas Abertas que irmãos e irmãs de sua igreja foram enviados a um campo sem saber quando retornariam.

Fonte: Portas Abertas

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Qual o significado dos nomes bíblicos?



Você sabia que o alfabeto do hebraico bíblico é diferente do alfabeto do hebraico moderno? Até os verbos no hebraico bíblico, frases, pontuação, sintaxe e mais, são diferentes, e importantes para a compreensão das Sagradas Escrituras.

Descubra significados ocultos e aprofunde sua compreensão das Sagradas Escrituras.

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Barnabé: o missionário


O êxito espiritual alcançado por Barnabé se deve ao fato de que ele dirigia sua vida no Espírito Santo. Por esse motivo ele e Paulo eram qualificados para o serviço missionário. O Senhor designou e enviou esses dois homens, citando-os nominalmente: “Enquanto [os profetas e líderes da igreja em Antioquia] adoravam o Senhor e jejuavam, disse o Espírito Santo: ‘Separem-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado’. Assim, depois de jejuar e orar, impuseram-lhes as mãos e os enviaram” (At 13.2-3).
Sabemos que é primeiramente Deus que faz a livre escolha em convocar e preparar pessoas para uma obra. No entanto, o Senhor, ou o Espírito Santo, também está atento para um coração disposto a servir. Barnabé e Paulo ardiam pela causa de Jesus Cristo, por seu evangelho. Todos os pensamentos e vontades deles estavam direcionados em permanecer a caminho para confrontar as pessoas com a mensagem da salvação. A intenção deles era de alargar fronteiras e, por isso, procuravam descobrir maneiras para levar o evangelho a todos os lugares. Assim, Barnabé e Paulo, os missionários dos gentios, viajaram para o Chipre e para a Ásia Menor (At 13.6-7,43; 15.22,35). Eram homens que tinham disposição para enfrentar novas tarefas! Isso não permaneceu despercebido diante da igreja. E nós perguntamos: será que não era isso que o Espírito Santo buscava, quando disse: “Separem-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado”? Não deveria ser também esse o ardente desejo do nosso coração: servir a Deus em Jesus Cristo? Certamente que sim! Pois é isso que o Espírito Santo busca para alargar nossas fronteiras.
Em certa ocasião, quando se tratava de instruir, incentivar e consolar pessoas que haviam se convertido, os irmãos líderes da igreja em Jerusalém sabiam então quem poderiam enviar. Em Atos 11.21-22, lemos: “A mão do Senhor estava com eles, e muitos creram e se converteram ao Senhor. Notícias desse fato chegaram aos ouvidos da igreja em Jerusalém, e eles enviaram Barnabé a Antioquia”.
E nós, estamos inclinados a alargar fronteiras? É nosso desejo que o Senhor possa realizar mais do que fez anteriormente em e por meio de nós? Será que ele, em sua onipotência, nos diz: “Posso fazer mais por você do que fiz até agora”? Vemos diante de nossos olhos que Jesus pode; sim, que ele quer fazer coisas novas, nos redirecionar e conduzir por caminhos novos? Para isso, no entanto, ele necessita encontrar corações receptivos. A Palavra de Deus promete: “O Senhor pode dar-lhe muito mais que isso”(2Cr 25.9b).
Barnabé não estava disposto apenas a proclamar o evangelho em todo lugar e ser líder na igreja de Antioquia, mas também a pensar na igreja messiânica na Judeia, angariar recursos para ela e levá-los até lá. Ele manteve conscientemente o relacionamento correto com Jerusalém e levou uma oferta até lá. Como esse homem era flexível! Ele se dedicava a apoiar os judeus messiânicos crentes. Atos 11.29-30 fala sobre isso: “Os discípulos, cada um segundo as suas possibilidades, decidiram providenciar ajuda para os irmãos que viviam na Judeia. E o fizeram, enviando suas ofertas aos presbíteros pelas mãos de Barnabé e Saulo”.
Afinal, qual era o critério que levou os apóstolos e presbíteros em Jerusalém, bem como toda a igreja, a enviar, com muita alegria, Barnabé e Paulo? O que lhes dava a segurança de que se tratavam de dois irmãos dignos de confiança? Lemos a resposta em Atos 15.25-26: “Assim, concordamos todos em escolher alguns homens e enviá-los a vocês com nossos amados irmãos Paulo e Barnabé, homens que têm arriscado a vida pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo”. Essa é a chave: o Espírito Santo quer utilizar homens e mulheres que estejam dispostos a arriscar suas vidas pelo nome do Senhor Jesus Cristo!
Como está, nesse sentido, a situação em nossas igrejas no cristianismo atual? Não nos tornamos muito superficiais, muito acomodados, muito preguiçosos, muito mornos? Uma missionária estava interessada em conquistar pessoas jovens em uma igreja para servir no campo missionário. Ela fez a observação: “Proporcionalmente, a maioria dos missionários são mulheres. Quando o Senhor convoca rapazes em uma igreja, então a resposta deles certamente será: ‘Aqui estou, Senhor – envie minha irmã!’”.
Não são poucos os crentes que simplesmente se livram da responsabilidade. Onde estão hoje os jovens rapazes crentes, dispostos a arriscar suas vidas pela causa do Senhor? Na tradução alemã Hoffnung für alle [Esperança para todos] da Bíblia, em Atos 15.26 diz: “... que arriscaram suas vidas à causa de nosso Senhor Jesus Cristo, dois homens adequados...”.
Se alguém quiser ser considerado adequado para a causa do Senhor, é necessário que ele primeiro esteja disposto a arriscar sua vida por ele. Você está disposto a isso? As afirmações do Senhor Jesus Cristo também valem para nós:
– “Ninguém que põe a mão no arado e olha para trás é apto para o Reino de Deus” (Lc 9.62).
– “Siga-me, e deixe que os mortos [isto é, os espiritualmente mortos] sepultem os seus próprios mortos” (Mt 8.22).
– “Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim; e quem não toma a sua cruz e não me segue, não é digno de mim. Quem acha a sua vida a perderá, e quem perde a sua vida por minha causa a encontrará” (Mt 10.37-39).
Somente à medida que arriscamos nossa vida pelo nome do nosso Senhor Jesus Cristo é que estaremos verdadeiramente apropriados para a sua causa. Nossas igrejas necessitam novamente desse fervor característico de Barnabé. Onde estão os barnabés entre nós?
Nosso maior exemplo é Jesus Cristo, o eterno Filho de Deus, que não precisava negar que era semelhante a Deus. Ele renunciou à glória de Deus, seu Pai, veio ao nosso mundo e entregou sua vida por nós. Ao entregar toda a sua vida como pagamento pelo nosso pecado, nós tivemos acesso à vida eterna em Deus. Somente Jesus é o verdadeiro caminho para Deus (Jo 14.6). No momento em que encontramos Jesus, e com ele recebemos a vida eterna, deveríamos também colocar nossa vida sobre o altar para servi-lo, assim como Barnabé o fez! — Norbert Lieth


Norbert Lieth é Diretor da Chamada da Meia-Noite Internacional. Suas mensagens têm como tema central a Palavra Profética. Logo após sua conversão, estudou em nossa Escola Bíblica e ficou no Uruguai até concluí-la. Por alguns anos trabalhou como missionário em nossa Obra na Bolívia e depois iniciou a divulgação da nossa literatura na Venezuela, onde permaneceu até 1985. Nesse ano, voltou à Suíça e é o principal preletor em nossas conferências na Europa. É autor de vários livros publicados em alemão, português e espanhol.
Norbert Lieth será um dos preletores do 20º Congresso Internacional Sobre a Palavra Profética — 24 a 27 de Outubro de 2018 | Águas de Lindóia | SP
Participe desse evento que terá o tema «A Fidelidade de Deus» Inscreva-se

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

EDITOR DE VÍDEO ON-LINE GRATUITO

Renderforest é criador de vídeo baseado na nuvem para criar vídeos de introdução para youtube, animações explicativas, tipografia cinética, produtos ou serviços de vídeos promocionais, visualizações de música, slideshows de casamento ou viagens, promoções de aplicativos móveis, convites para eventos, apresentações corporativas, infográficos e muito mais. Veja os benefícios de alguns modelos em destaque: CLIQUE AQUI